TrocaLetras

05/11/2009

Alice no País das Maravilhas – Lewis Caroll

Filed under: Clássicos,Filosofia — barbieauglend @ 22:22
Tags: ,

Primeira observação: Nao é um livro infantil! Essa obra é um clássico de Lewis Caroll, tao avançada que é muito difícil escrever algo a respeito.

Conta a história de uma menininha, Alice, que parece estar numa viagem de LSD. Nao sou conhecedora, mas após alguns relatos e pesquisas na Internet, ficou muito claro para mim. Logo no primeiro capítulo (“Ou aquilo era muito fundo ou ela caía muito devagar, pois a menina tinha muito tempo para olhar ao seu redor e para desejar saber o que iria acontecer a seguir.” – Entre outros trechos) e o último valem a pena ser lidos com mais atenção.

Nessa viagem, chamada de sonho, Alice tenta seguir um coelho e acaba caindo em um poço muito profundo, em uma terra totalmente distinta do que ela estava acostumada. Seu objetivo na nova terra passa a ser um jardim que consegue ver através de um “buraco de rato”. Para atingir seu objetivo, toma chás e come cogumelos.

O autor ainda faz uma crítica a Judite, personagem biblíca representada pela Rainha de Copas do Baralho, que conta a história de Arfaxad (Rei dos Medos) que, por medo, é um dos mais tiranos e sanguinários reis da história (Cortem-lhe a Cabeça!), além da já conhecida história de Carlos Magno, representado no baralho pelo Rei de Copas, e seu duvidoso senso de Justiça.

O Gato Cheshire é um destaque da história e me lembra um pouco o Gato de Schorödinger (Nao é papo de Físico!), ele é cheio de histórias e teorias que, após ler com cuidado, fazem muito sentido e podem ser classificadas como Filosofia, como “Poderia me dizer, por favor, que caminho tomar para sair daqui?” “Isso depende bastante de onde você quer chegar”, disse o Gato “O lugar não me importa muito”, disse Alice “Entao não importa que caminho você vai tomar”, responde o Gato.

No meu ponto de vista todas as pessoas deveriam, ao menos uma vez, seguir o Coelho Branco e descobrir um pouco mais de seu mundo mágico…

3 Comentários »

  1. É muito engraçada a nossa percepção dessa história como criança e como adulto. Como criança nunca gostei, achava estranho e num conseguia prestar atenção, como adulto, depois de ler alguma matérias sobre maconha na internet tive a certeza de que o autor estava chapado quando escreveu, principalmente a parte do buraco. Outra parte que me impressiona é o começo, Alice tava lá, parada, com sono, ae passa um coelho falando e ela nem aí, sei não, isso parece erva.

    Comentário por Pedro Mendes — 06/11/2009 @ 14:35 | Responder

  2. Eu morro de vontade de ler esse livro! Ainda não tive a oportunidade, mas acho que deve ser uma viagem muito boa pra dentro de si mesmo sem a necessidade de usar drogas ilícitas! hahaha
    Muito bom o seu post, tomei a liberdade de editá-lo com acentos =P

    Bjs!

    Comentário por Pandora — 08/11/2009 @ 23:14 | Responder

  3. Obrigada, Pandora!🙂

    Comentário por barbieauglend — 08/11/2009 @ 23:16 | Responder


RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: